Espartinas: Ventura em solitário e Sevilha ali ao lado


Realizou-se na tarde deste domingo em Espartinas, ali à beira de Sevilha e onde pela mesma hora se realizava a corrida de rejoneio da Feira de Abril deste ano, um festejo com a particularidade de ser protagonizado por um só rejoneador: Diego Ventura.

A casa esgotou de espanhóis, portugueses, figuras do toureio e anónimos...e Ventura triunfou mas triunfou também a "Asociación Niños Hacia el Futuro" (ANEF), a quem, e em boa hora, foram dirigidos os lucros do espectáculo.

E vinte anos de toureio, mereceram pompa e circunstância pelo que durante o paseíllo, Ventura fez da arena montra de uma quadra composta por 20 belos animais, alguns dos quais foram ferramentas nas seis lides que protagonizou. 

Uma tarde de rejoneio, de atrevimento e de emoção para o luso-espanhol, que logrou no total o corte de oito orelhas e 2 rabos, sendo expectável a saída em ombros.

Diego Ventura vive actualmente um dos momentos altos da sua carreira, com argumentos e disposição para o triunfo.

Lidaram-se reses de várias ganadarias, nobres mas de pouca transmissão no geral, a deixarem-se sem complicar, pertencentes às ganadarias de Prieto de la Cal, Pallarés, Partido de Resina, Diego Ventura, María Guiomar Cortes Moura e Los Espartales.

Diego Ventura cortou uma orelha; silêncio; duas orelhas; duas orelhas e rabo; orelha; e duas orelhas e rabo. 

Houve ainda a participação do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, com duas pegas efectuadas por João Belmonte (2ª tentativa) e Rafael Calado (1ª tentativa), assim como dos rejoneadores suplentes, Juan Manuel Munera e Manuel Moreno, na lide do quarto. 

Enquanto isso, a Real Maestranza de Sevilha reuniu cerca de meia casa para a sua corrida de "rejones", na qual se lidaram toiros de Fermin Bohórquez para Sergio Galán, silêncio e orelha; Andrés Romero, orelha e orelha - saiu em ombros; e Lea Vicens, silêncio e orelha.


Fotografia: Arjona/mundotoro.com
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários